top of page

Cinco técnicas simples para treinar seu cão cego e aumentar sua confiança

Após identificar as raças de cães com maior propensão à cegueira, é importante trabalhar em formas de prevenir ou minimizar o impacto desse problema na vida do seu cão. Uma das melhores maneiras é através do treinamento adequado e do desenvolvimento da confiança do seu cão. Com as cinco técnicas simples que mencionaremos - criar um ambiente seguro, usar brinquedos sonoros, estabelecer uma rotina, confiar no olfato do cão e sempre falar antes de tocar - você pode ajudar seu cão cego a navegar melhor pelo mundo. Lembre-se, a prevenção também é importante. Certifique-se de levar o seu cão regularmente ao veterinário e manter uma alimentação equilibrada. Desta forma, você pode detectar precocemente sinais de problemas oculares e prevenir a cegueira em raças de cães predispostas.



1. Criar ambiente seguro


Criar um ambiente seguro para o cão cego é crucial para sua qualidade de vida. Isso envolve a minimização de obstáculos, principalmente aqueles que podem causar danos, como móveis pontiagudos e objetos que possam cair. Para adicionar mais segurança, considere o uso de portões específicos em escadas para evitar quedas acidentais. É essencial manter a disposição dos móveis e a disposição da casa consistentes, para que seu cão possa se familiarizar com a estrutura e o layout. A manutenção regular de brinquedos, tapetes antiderrapantes e outros materiais no mesmo lugar também é útil. Além disso, é importante evitar movimentos súbitos e sons altos que possam assustar seu cão, garantindo uma condição de vida tranquila e estável.

2. Usar brinquedos sonoros


Estimular os Sentidos Restantes: Os cães cegos geralmente têm os sentidos restantes bastante aguçados para compensar a perda da visão. Por exemplo, são capazes de ouvir e cheirar muito bem. Aproveite isso para proporcionar estímulos apropriados. Brinquedos barulhentos são muito úteis porque o cão pode identificar a sua localização pelo som. Além disso, o aroma do brinquedo pode incentivar a brincadeira e manter o seu pet ativo e animado. Ressalte que, apesar da falta de visão, os cães podem ter uma vida alegre e cheia de atividades que contribuem para a sua saúde geral. Além disso, ajuda a manter a mente do cão estimulada, diminuindo a possibilidade de ansiedade e depressão que pode ocorrer devido à cegueira. Portanto, ao comprar brinquedos, verifique se eles são seguros e possuem algum tipo de som ou aroma que possa atrair o seu cão.

3. Estabelecer uma rotina


Após introduzir o uso de brinquedos sonoros no ambiente do seu cão cego, é crucial estabelecer uma rotina regular para dar ao animal uma sensação de constância e segurança. Um cronograma previsível de alimentação, caminhadas e brincadeiras pode ajudar os cães cegos a se adaptarem à sua situação. A casa deve ser mantida constante; evite mover móveis ou tapetes para evitar confusão ou possíveis acidentes. Além disso, proteja áreas perigosas, como escadas, com portões. Afinal, embora a cegueira possa ser um desafio para seu cão, com o cuidado e treinamento adequados, ele ainda poderá levar uma vida feliz e saudável.

4. Confiar no olfato


É importante se lembrar que os cães são criaturas resilientes e adaptáveis, mesmo quando enfrentam desafios como a cegueira. Após perder a visão, eles se armam com seus sentidos aguçados para navegar e interagir com o mundo ao seu redor. Nisso, o olfato do cão cego desempenha um papel crucial. Os cães possuem um sistema olfativo altamente desenvolvido e usam o cheiro como seu principal sentido para identificar e localizar pessoas e objetos. Portanto, ao cuidar de um cão cego, é vital confiar em seu olfato. Por exemplo, você pode usar difusores de aroma ou brinquedos com cheiro para criar caminhos olfativos. Esses tratamentos ajudam seu cão a se adaptar ao ambiente de casa e a se mover com mais confiança e independência.

5. Sempre falar antes de tocar o cão cego


Depois de adquirir consciência sobre as raças de cães com maior propensão à cegueira, é crucial entender como interagir adequadamente com esses animais encantadores. A regra "Sempre falar antes de tocar o cão cego" é fundamental nesse aspecto. Cães cegos podem ficar facilmente assustados se forem tocados inesperadamente. Portanto, sempre anuncie sua presença antes de tocá-los. Isso acalma o animal e diminui a possibilidade de uma reação alarmada ou defensiva. Lembrar que a cegueira não torna esses cães menos merecedores em relação ao amor e cuidado também é significativo. Eles ainda podem viver uma vida feliz e significativa, desde que sejam dados os cuidados e a atenção adequada.

6. Utilizar dispositivos adequados


Investir em produtos que promovem bem-estar e segurança para cães com deficiência visual é uma grande demonstração de amor e cuidado, como a Blindog que ajuda o cão cego a andar em qualquer ambiente sem se machucar. Dentre as raças de cães com maior propensão à cegueira estão o Schnauzer Miniatura, o Poodle Toy e o Cocker Spaniel. É importante conhecer as propensões da raça ao adotar um cão para poder oferecer o melhor cuidado e prevenção possíveis. Além disso, consultas regulares ao veterinário e exames de rotina são essenciais para detecção precoce de problemas oculares. Outra maneira de prevenir é garantir que o cão tenha uma dieta saudável e balanceada. Suplementos alimentares ricos em antioxidantes podem ajudar a prevenir cegueira, consulte sempre o seu veterinário antes de qualquer inclusão na dieta do seu pet.



75 visualizações
bottom of page