Como melhorar a casa para seu cão cego

Atualizado: 21 de Mai de 2019


Com os primeiros sinais de cegueira não só o cão fica inseguro, como o tutor também. Depois de tantos anos aprendendo a cuidar do seu cão, parece que é necessário reaprender tudo nessa nova fase! Afinal, é sempre muito ruim ver seu cão bater com o focinho nos lugares que normalmente não seriam obstáculos para ele e você quer mais que tudo evitar que ele saia ferido.

Então, o que mais você pode fazer para que seu cão não se machuque nessa nova fase? É importante estar atento às modificações que devem ser feitas na casa, para que ele tenha a melhor qualidade de vida possível! No post de hoje falaremos sobre quais mudanças simples você pode adotar para melhorar a vida do seu bichinho cego em casa:


1. Não mude seus móveis de lugar

2. Proteja as quinas

3. Use tapetes antiderrapantes

4. Mantenha os potes de ração e água sempre no mesmo lugar

5. Se você tem escadas, coloque um portão no topo

6. Se você tem outros animais em casa, use sinos

7. Quando estiver em público, informe que seu cão é deficiente

8. No jardim ou no quintal, mantenha o ambiente “clean”


Evite mover os móveis de lugar


É muito importante para um cão cego ser capaz de reconhecer os ambientes da casa pela localização dos móveis. Se você mudar os espaços, é possível que ele demore um pouco mais para acertar trajetos que até então eram simples, como ir ao local correto para fazer suas necessidades ou beber água.

Isso não quer dizer que você não possa realizar mudanças na casa. Se seu cachorro tiver uma coleira que o impeça de se machucar, como uma Coleira BlinDog, nada de ruim vai acontecer. Contudo, para que ele se sinta em casa e possa manter os velhos costumes de percorrer determinadas áreas da casa ou deitar no mesmo lugar de sempre, é importante que tudo se mantenha conforme era antes dele perder completamente a visão.


Evite áreas pontiagudas


Qualquer região pontuda ou afiada deve ser evitada na altura do seu cão. Se eles está cego cabe a você zelar por ele nos mínimos detalhes, então, como se houvesse um bebê que recém aprendeu a engatinhar, proteja quina de móveis que possam ferir seu bichinho. É possível encontrar protetores para quina de móveis de diversos modelos, sendo os mais comuns feitos de PVC. Algumas adaptações caseiras também são possíveis, desde que você se comprometa a não permitir que ela falhe!


Use tapetes antiderrapantes


Seu cachorro vai andar mais devagar na medida que for perdendo a visão. Para evitar que a insegurança aumente com deslizes pela casa, troque os tapetes convencionais por tapetes antiderrapantes. Assim, ele nunca vai escorregar e com o tempo ficará mais confiante também!


Mantenha ração e água nos mesmos lugares


Se você tem o hábito de alimentar seu cão somente quando vai comer, alimente-o no mesmo lugar sempre. Isso também vale caso o pote dele fique sempre disponível com a refeição - mantenha no mesmo local de sempre. Assim, seu cachorro pode reconhecer o espaço e retornar lá quando achar necessário


Use portões para as escadas


Escadas podem ser um grande risco para seu cãozinho. Adquira um portãozinho ou faça uma barreira improvisada para que ele não se machuque.


Tem outros pets? Use sinos nas suas coleiras!


Se você tem outros pets dentro de casa, ponha um sininho na coleira de cada um. Pets podem ser muito agitados e nem todos vão ter o cuidado de evitar bater no seu cachorrinho cego, então é legal que o próprio cãozinho cego possa identificar a aproximação do outro.


Sinalize a deficiência do seu bichinho


Muitas pessoas têm dúvida se ainda podem levar seu cachorro para passear após ele perder a visão: não é problema nenhum, se você souber tomar as devidas cautelas. Leia mais nesse post que preparamos exclusivo para tratar de passeio com cães cegos:

Quando estiver em público, coloque uma roupinha ou um lenço com os dizeres “SOU CEGO” e prenda ao seu corpo. Assim, as pessoas evitam tocar sem antes serem reconhecidas, bem como evitam que seus cães se aproximem.


Mantenha a área externa disponível para ele


No jardim ou no quintal, mantenha o ambiente limpo. Se seu cachorro curte dar voltas nos ambientes externos da casa, retire a maioria das coisas que possam ficar no caminho e, principalmente, machucar. Mangueira desenrolada, ciscador, pás e outros, são exemplos de artigos que costumam ficar soltos nesses ambientes e precisam sair do chão para que seu cachorro não venha a bater.


>> LEIA MAIS: Dicas para conviver e cuidar de um cão cego

0 visualização
A BlinDog

A BlinDog é uma empresa inovadora e moderna que se preocupa tanto com o animal de estimação quanto com o seu tutor. Foi construída com base em quatro pilares fundamentais para atingir o sucesso: qualidade, inovação, design e sustentabilidade. Somos uma empresa consciente e lutamos pelo bem-estar dos animais e por um mundo cheio de melhores amigos.

​​​Blindog ​© 2015-2019

Contatos

contato@blindog.com.br

Instituto Metrópole Digital, Sala A414

  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon